segunda-feira, dezembro 29, 2008

Uma questão de... PINTA!!! (2)

... já aqui falei anteriormente que há questões que se resumem a uma pinta, porque uns têm pinta outros nem por isso. Atenção, eu disse pinta não ponta, porque deste último caso não tenho interesse em saber. Mas voltando à questão da pinta, e já falei nos Nicholson, agora ocorre-me este caso:

Clooney mas com Pinta:

Cluny mas sem Pinta:


António Cluny. É novo presidente do Sindicato dos Magistrados do MP

Atchim!!!! Atchim!!!!! Atchim!!!!!!

Estudo revela que espirrar e sexo estão relacionados para algumas pessoas

sexta-feira, dezembro 26, 2008

Falar de coisas sérias...

... é o que eu vou fazer agora, isto para me redimir do conteúdo dos posts que seguem a este mesmo. Ora cá vai:

O maior expoente da gordura monoinsaturada é o azeite e este é um dos principais componentes da dieta mediterrânica. O azeite é uma substância natural que preserva o gosto, o aroma, as vitaminas e as propriedades da azeitona. O azeite é o único óleo vegetal que pode ser consumido directamente espremido do fruto. Os efeitos benéficos do azeite são devidos ao seu alto conteúdo de ácidos gordos monoinsaturados e de substâncias antioxidantes. Entre os benefícios conhecidos do azeite, estão os seguintes:

* O azeite ajuda a controlar os níveis de colesterol LDL (colesterol prejudicial), que é o que provoca doenças cardiovasculares e ao mesmo tempo ajuda a aumentar os níveis de colesterol HDL (colesterol benéfico).
* O azeite protege e é bem tolerado pelo estômago. Tem efeitos benéficos sobre úlceras e gastrites e ajuda a diminuir a incidência de pedras na vesícula.
* O azeite extra virgem, em particular, contém altos níveis de antioxidantes, especialmente vitamina E e fenóis.
* O azeite é um excelente hidratante para a pele.

Existem variedades diferentes de azeite, que são classificadas consoante a quantidade de processos que sofrem durante a sua produção. O azeite extra virgem é o óleo não refinado que se obtém a partir da primeira prensagem, extraído sem a utilização de calor ou de químicos. Este é considerado o melhor azeite uma vez que é o menos processado e o que contém maior quantidade de nutrientes. É também o que apresenta o sabor mais delicado. O azeite virgem obtém-se a partir da segunda prensagem das azeitonas, embora possa ser obtido também da primeira prensagem do azeite. A principal diferença é que o azeite virgem tem um nível de acidez mais elevado e menos nutrientes que o azeite extra virgem e também um sabor diferente. Azeite puro ou apenas “azeite” passa pelo mesmo processo, que poderá incluir a filtragem e o refinamento. Este óleo refinado também pode ser combinado com um pouco de azeite extra virgem para adicionar sabor.

Ao comprar azeite

* Prefere o azeite extra virgem acima de qualquer outro tipo de azeite.
* Prefere o azeite engarrafado em garrafas opacas ou de vidro escuro, uma vez que estas protegem o azeite de exposição directa à luz, o que diminui a sua oxidação.
* Assegura-te de que o azeite está exposto numa área fresca e sem contacto com fontes de calor.

Desde a antiguidade que os povos mediterrâneos utilizam o azeite para hidratar, suavizar e regenerar a pele, assim como fortalecer o seu cabelo e as suas unhas. Seguem algumas dicas que podes utilizar:

* Para unhas secas e frágeis, coloca os dedos numa pequena taça de azeite e limão.
* Para obter mãos e pés mais suaves aplica uma quantidade generosa de azeite após o duche e cubra com meias e luvas de algodão. Aplica também uma quantidade extra em zonas nas quais a pele esteja rugosa ou rachada.
* Para suavizar e nutrir a pele, adiciona uma pequena quantidade de azeite ao seu banho.
* Utiliza o azeite para aliviar lábios secos ou rachados.
* Para reparar pontas de cabelo espigadas, tornar o cabelo mais lustroso, sedoso e brilhante e mesmo ajudar com a caspa massaja azeite sobre o cabelo e o couro cabeludo, depois cobre com uma touca durante pelo menos 30 minutos e depois lava normalmente com champô.

Artur Gonçalves...

... é um artista da margem sul, da dita música popular, que há uns tempos editou um disco chamado Vira da Minha Terra. Ora, e tendo em conta o baixíssimo nível em que este blog está inserido na sequência do post anterior (e já agora leiam este até ao fim antes de passarem ao referido como seres ávidos de baixo nível) tendo em conta estas situações, resolvi trazer uma música do dito CD que reza assim:


Ai vamos à Coina rapaziada,
vamos a todas não escapa nada
ai não escapa nada, vamos prá moina,
rapaziada vamos à Coina

Fica juntinho ao Barreiro a terra dos homens de Coina,
Seja do Minho ao Algarve todos lá passam pela Coina,
Rapazes venham à Coina porque hoje é dia de festa,
Foi na Coina que eu nasci, não há Coina como esta.

Ai vamos à Coina rapaziada,
vamos a todas não escapa nada
ai não escapa nada, vamos prá moina,
rapaziada vamos à Coina

Tem a mata a rodeá-la com sombra amiga para nós
é a mais linda da Coinas ó Coina dos meus avós
Foi da Coina que eu vim, terra de alegria e som
Se ainda não foste à Coina vai à Coina que é bem bom


Para terminar deixem-me dizer-vos que este tema não é assim tão invulgar. Vejamos com atenção o exemplo de Graciano Saga. O cigano-cantor-emigrante, autor do hit-single Vem Devagar Emigrante, já analisou este assunto, que nos é grato a todos nós homens. Mas desta vez não posso estar mais em desacordo com ele. Diz ele: "As mulheres de agora são um pesadelo, na coisa que eu gosto já não tem cabelo". Isto numa música onde se refere à dita parte da anatomia femenina com expressões como Ninho de Pardais ou Rama do Roseiral. Ouçam e digam de vossa justiça:



Download: Graciano Saga - Gosto das Peludas



É tudo uma questão de...

... err.... uma palavra que começa por c e acaba em ona. Peço desculpa mas não fui eu que disse, as fotos provam-no. Então não é que antigamente havia esta bomba aí pelas nossas estradas:



Agora parece que um dito molho reza de seguinte forma:



Repito: Não fui eu que disse...

Solidariedade...

... ouvindo o nosso PM parece-me que a crise não chega a Portugal, e por isso podemos estar descansados. E sendo assim, agora que o Natal já era, venho falar-vos de uma coisa que me deixa sempre com a pulga atrás da orelha (não no sentido literal, que eu sou asseadinho) que é a solidariedade. A questão é: todas as causas nos pedem dinheiro no Natal. Seja para ajudar quem tem fome, quem não tem casa, as crianças, os animais, as mães solteiras, os toxicodependentes, a Popota, a Leopoldina, o Rik e Rok e este ano o governo resolveu aderir à causa Salva um Milionário ou um banco. Enfim. Mas a qualquer lado que se vá, lá está uma banca a pedir-nos uma contribuição, um donativo, um valor em troca de um boneco que não serve para nada. Atenção que eu estou solidário com estas causas todas. A questão é que se nós contribuímos somos os maiores e desejam-nos um bom Natal, se não contribuímos passamos por forretas e somos insensíveis aos problemas no mundo. Meus amigos, eu infelizmente não tenho um ordenado que me permita ajudar toda a gente, pelo simples facto que tenho de comprar presentes, e por isso tenho de usar o meu subsídio de Natal (e desgraçados dos que andam a recibos verdes que subsídio nem vê-lo) nas prendas. Ajudo, sim senhora, mas não posso ajudar toda a gente, por isso antes que achem que eu sou um ser humano sem ponta de consciência, eu sou uma pessoa normal, mas que infelizmente não posso ajudar todo o mundo. Mesmo que eu queira.

Ponto n.º 2: Chega agora a altura de explicar a referência ao nosso PM. Sim, porque eu não insulto o homem de forma gratuita, pelo menos por enquanto. Ora, dizia eu, como segundo o nosso PM a crise não chega a Portugal, proponho a criação de um terceiro subsídio, o da solidariedade. Seria desta forma: Pagam-nos o subsídio, nós ajudamos quem queremos ajudar, e no fim devolvemos a parte não utilizada. E pronto, assim já sou o mais simpático do pedaço. Peço desculpa à confederação dos patrões, mas a meu ver é a única maneira de conseguir ajudar a malta toda. Claro que se vamos ajudar toda a gente, o subsídio por maior que seja não vai chegar, mas é assim, eu já dei a ideia, contem comigo para as grandes ideias mas por amor de Deus não me venham incomodar com pormenores. Outros que se ocupem disso que a minha massa cinzenta já fez muito pela solidariedade. E tenho dito.

terça-feira, dezembro 23, 2008

E continuo confuso...

Também estou indeciso...

... entre esta mãe Natal e a outra mais em baixo...




Leis do Jogo...

... A nova lei da "mão na bola" é explícita e ficou bem demonstrada no Benfica-Nacional de ontem: se um jogador estiver estatelado no relvado, depois de carga brutal do adversário, à beira da consciência, e outro adversário rematar com violência a bola na direcção do braço do dito homem caído, fuzilando-o, o árbitro deverá sancionar esse lance por alegada tentativa de jogar a bola com a mão do jogador deitado e beneficiar a equipa que o derrubou e chutou a bola na sua direcção. Mais ainda: depois do jogo, deverá mostrar um cartão vermelho a um colega de equipa do homem caído, escolhido aleatoriamente, só porque lhe apetece e porque é um pequeno nazi. (Créditos)

A bem dizer, o futebol em Portugal voltou ao que era. Basta o Benfica ter a remota hipótese de ganhar alguma coisa, lá vem a mão de Deus, corrigir as coisas. Ou seja, no Dragão o Marítimo manda duas ao ferro e roubam-lhes um penalti contra o Porto, na Luz é o que se vê...


É a crise...

... este Natal vai ser vivido sob o signo da crise. E vai daí, a própria ceia de Natal reflete a falta de dinheiro nos bolsos das pessoas. Mas ninguém deixa de fazer a ceia de Natal por causa disso. É tudo uma questão de puxar pela imaginação. Em alguns locais de Portugal é hábito comer-se polvo na noite de Natal, e como o preço do polvo está pela hora da morte, eis o Polvo dos Pobres...

... também publicado aqui.

sexta-feira, dezembro 19, 2008

A Mãe Natal deste blog...

Transferências...

... chamo a atenção para este post do PIP BOY 2000 acerca das ultimas novidades sobre transferências no FCP. É que parece que vem aí um novo n.º 10 para o dragão.

quarta-feira, dezembro 17, 2008

Bush Show Throwing Game...


... ao contrário do que pensam eu não vou colocar aqui o video das sapatadas ao Bush mandadas pelo jornalista. Quantos de nós não tivemos já vontade de mandar uma sapatada no Bush? Bom essa problema está resolvido. Basta jogar ao Bush Shoe Throwing Game!!!!!

Jogar: Bush Shoe Throwing Game

Isso é feio senhor Soares...

segunda-feira, dezembro 15, 2008

Novo GPS da Apple...

... e eis que o incrível acontece. A Apple acaba de escolher Tony Carreira como rosto da sua campanha de promoção ao novo GPS. Chama-se...

i-Destino! i-Destino!

Chuva...

... tem chuvido, é verdade. E muito. E eu sou daqueles que não me calo quando é para dizer que por mim punha a chuva pelas costas. Mas hoje, a minha opinião acaba de mudar. A chuva faz falta sim senhor. Desde que sejam chuvadas destas que vão ver a seguir:

Chuva (2)...

Salvem os ricos. Ajudem os milionários.

quinta-feira, dezembro 11, 2008

Isto preocupa-me (2)...

... porque tal como denunciei a questão do bigode do eminente e sempre pronto a criticar Mário Nogueira, agora tenho de denunciar esta situação. Porque eu reforço que a minha preocupação é a nossa imagem lá fora. Olhem bem para isto:
Esta senhora é a mãe do Crisitiano Ronaldo. Sobre esse menino reservo a minha opinião para mais tarde. Sobre a senhora, não posso deixar de notar que é um daqueles casos. Quais? Boa pergunta. Passo a explicar. Esta senhora pelo que se diz aí, vive à custo do dinheiro do filho. Aliás, ela, a irmã dele, e aposto que mais de metade da família dele. Mas isso não interessa para o caso. O caso é outro. O caso é que esta senhora é daqueles casos de alguém que por mais dinheiro que não vai lá, ou seja, aplica-se o provérbio (e olhem que magnífica incursão pela sabedoria popular) quem nasceu para lagartixa nunca chega a jacaré, ou seja ela por mais dinheiro que tenha nunca vai passar de uma matarruana que nos envergonha a todos. E não estou só a falar do aspecto, porque isso qualquer um vê, estou a falar também de quando ela abre a boca. É uma desgraça. Ou seja é matarruana e isso preocupa-me porque ainda no domingo lá estava ela a dar entrevistas por causa da bola de ouro do menino. E é esta a imagem de Portugal lá fora. Ela e o Mário Nogueira fazem uma dupla do caraças. Dasse...

A flatulência...

... é assunto tabu para a maior parte das pessoas. É pura e simplesmente proibido. E quando alguém não aguenta mais e tem mesmo de evacuar, ou procura um local discreto, ou com muito barulho, ou assobia ao mesmo tempo, ou tosse, bom, e antes que pensem que eu sou entendido na arte de soltar gases em público esclareço que estou a escrever com base numa pesquisa exaustiva que fiz na net. Ai não acreditam? Então vejam isto, isto e mais isto. Só para que não fiquem dúvidas quanto à veracidade do que eu disse. Ahh e já agora vejam isto:



Mas permitam-me questionar esta situação. E o meu argumento é irrefutável. O peido é uma forma de comédia com que todos os seres humanos vêm equipados à nascença. Simplesmente com o passar da idade essa forma de comédia passa a ser uma forma de javardiçe. Passo a explicar. Quando uma horda de pessoas está de volta de um bébé, naquele típico: Blu Blu Blu, Da Da Da, Ai que estão fofinho, ai, etc e tal, imaginem (porque isto acontece) que a dita criaça solta um gás. Qual é a reacção das pessoas? Riem-se, acham piada, vão contar aos amigos, ficam com uma recordação para mais tarde recordar, lá está. Ok, tudo bem, nos primeiros tempos somos pouco mais que animais irracionais, mas acho que deviamos também pensar que esta questão de gases é apenas um apetrecho com que a mãe natureza nos dotou e se esqueceu de actualizar. Um bocado como o apêndice. Por isso da próxima vez que se depararem com alguém que solte pequenas quantidades de gás tóxico, lembrem-se que um dia vocês já fizeram rir alguém com recurso a essa mesma situação.

quarta-feira, dezembro 10, 2008

Chiça!!!!

... alguém que meta a Ana Free no seu lugar que eu não aguento mais ouvir a rapariga... Por amor de Deus... Metam-na no seu place sff...

O seu stand de usados!

... eu tenho uma verdadeira estima pela palavra Claudicar. É verdade. É um termo do português, muito pouco usado mas é uma palavra verdadeiramente espectacular. Diz o dicionário da nossa língua que:
do Lat. claudicare, coxear

v. int.,
coxear, manquejar;

fig.,
hesitar, vacilar;
errar;
cometer falta.
Mas para mim, esta palavra é muito mais do que isso. E porquê? Bom, é muito simples na verdade. Porque eu sempre que uso, ou digo a palavra Claudicar, a minha mete imagina logo... Um stand de usados. E como eu não tenho nada para fazer até já imaginei a envolvência:

Claudicar
Proprietária: Dona Cláudia
Actividade: Comércio de veículos usados
Localização: Ranholas

Está Ranholas como podia estar Pernes, Sobreira Formosa ou Foros da Pouca Farinha. E como é obvio um stand com este nome só poderia ser o patrocinador de uma qualquer rubrica de discos pedidos numa qualquer rádio local. Seria assim:

1. Bom e agora (ouve-se apenas um tecno dos anos 80), e agora temos DISCOS PEDIDOS!!!!
2. Ouve-se o tecno
3. Com o patrocinio Claudicar - Usados como Novos
4. Ouve-se o tecno
5. Na Claudicar temos a viatura que procura e ainda não encontrou.
6. Não perca mais tempo. Visite já!
7. Claudicar - Usados como Novos
8. Ouve-se o tecno
9. E agora temos o primeiro pedido, a D. Albertina quer ouvir Graciano Saga - Vem devagar imigrante.
10. Ouve-se o tecno

Diga-me lá se eu não tenho razão...

Nota1: ler a emissão de rádio com voz de rádio local
Nota2: Foros da Pouca Farinha existe mesmo, ali bem perto de Porto Covo
Nota3: Adeus e obrigado.

sexta-feira, dezembro 05, 2008

Isto preocupa-me...

... e preocupa-me de sobremaneira. Mas ando mesmo preocupado, porque isto é um assunto que deve preocupar toda a gente. Todo o santo português, com ou sem santidade. E não só me preocupa como me chateia e já estou a ficar chateado só de pensar nisto e ainda parto esta merda toda (a parte do texto prepositadamente alterada para a fonte Verdana uma citação ao filho da senhora da limpeza aqui do burgo que tem três anitos). Olhem bem para este tipo:


Não estão a perceber? Humm, então olhem de novo:


Atenção: Eu estou-me lixando para a questão da luta dos profs, da avaliação, da ministra, dos ataques de caspa, da gota, e do raio que o parta. Ainda não perceberam? Porra, mas será que eu tenho de explicar tudo tintim por tintim ou dupond por capitão hadock? Pronto, olhem agora:
Com que então o tipo que detêm grande parte do tempo de emissão dos telejornais portugueses ostenta aquela coisa, a que alguém convencionou chamar bigode. E é este gajo, com aquela pilosidade debaixo do nariz que a todos nos envergonha a imagem da contestação nacional. E isto preocupa-me. E chateia-me. Mesmo. Mesmo mesmo. Como é que este gajo quer ser levado a sério com aquele bigode. Não é possível. No outro dia vi dois camones a olhar para a manif em Lisboa. Quando repararam que à frente vinha o bigodes, perdão, Mário Nogueira, a reacção foi esta:

AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH AH


Eu já aqui falei e assumo: há bigodes espetaculares. Mas também há ridículos, e este é um deles. E anda este gajo a dizer que a avaliação não serve, que a ministra não sei quê, que a burocracia é maior do que as mamas da Simara (e olhem que a senhora ostenta orgulhosamente alguns quilos de mama). E que tal se começasses por cortar o bigode? Com esse bigode não vais lá. Agora digam-me lá se ele não fica muito melhor assim:
E olhem que esta imagem não está grande coisa, que aqui para lhe fazer o bigode eu só tinha Gilletes descartáveis. Imagem o que não seria se eu tivesse aqui à mão uma Gillete Mach 3. Isto sim é a imagem de um líder. A imagem de um sindicalista a sério. A imagem da luta em pessoa. Agora com o bigode, meu amigo, com o bigode não vais lá.

Até que enfim,alguma coisa que vale a pena ver!


... Para desintoxicar do bigode do Mário Nogueira...

Há qualquer coisa de verídico nisto...

quinta-feira, dezembro 04, 2008

Como deixar um gajo fod.... lixado!

Fenómenos de Portugal que eu não entendo...

Tony Carreira lança hoje "Homem que sou" com tripla platina garantida

Vai ser canja!!!!!

Diz o Público: Benfica só continua na UEFA se vencer Metalist por oito golos e houver empate em Atenas. E então, qual é o problema? Se a melhor selecção do mundo, a tal que engloba o melhor jogador do mundo, que por sinal não joga nada na selecção, a tal selecção que tem um treinador super competente, nas palavras do grande sábio do futebol que é o Vidrinhos, perdão, Rui Santos, se a selecção dirigida pelo supremo comandante, um tal de Madaíl que está lá sempre que as coisas correm bem, mas que quando as coisas correm mal a culpa é sempre dos outros, se esta selecção que é fantástica, e que ganha a potências do futebol como as Ilhas Faroé, se esta selecção levou seis de uns tipos que não jogam nada, o Brasil, então o glorioso manda 8 num clube com nome de oficina de metais na boa. Por isso, este ano a taça UEFA é nossa. É só sentar no sofá e vê-la passar.

sexta-feira, novembro 21, 2008

O Buraco Financeiro...

... finalmente a verdadeira solução para acabar com o buraco financeiro nos EUA...



Roby Baggio Magical Kicks...


... esta é daquelas coisas tão simples, mas tão simples que às vezes se tornam viciantes. Roberto Baggio inspurou este jogo, em flash, em que o objectivo é marcar livres e penaltis definindo o angulo, a direcção, a força e tendo em conta a barreira, o guarda-redes e o vento. Pareçe fácil? Exprimentem:

Roby Baggio Magical Kicks 2.0

Deolinda - Canção ao lado...

... acreditem se quiserem mas nestes últimos dias tem passado nas colunas do meu PC insistentemente.


terça-feira, novembro 18, 2008

O Zé Gato da Quinta do Lambert...

... atenção que um já chamava Zé Gato aos arrumadores muito antes dos Gato Fedorento se terem mudado para a SIC. E isto, claro, sem desprimor para o grande Orlando Costa. Mas permitam-me umas pequenas linhas para vos falar do Zé Gato da Quinta do Lambert. Na verdade há mais do que um, mas este, que costuma estar em frente à pizzeria Da Beppi, este é especial. E porquê? Bom, é simples, para começar a indumentária. Chapéu digno do Klaus Meine, camisola dos frenéticos AC/DC e umas calças de ganga com aspecto de terem sido lavadas no tempo em que o Paulo Bento ainda jogava futebol. Ahh e coxo, mas coxo mesmo, a balouçar como se não houvesse amanhã. Mas ele é especial também porque ele ralha com quem estaciona. E não é por causa de uma gorjeta mais pequena, nem por causa da falta de gorjeta, ou do carro estacionado fora do sítio por ele indicado. É tudo uma questão de segurança. Isto porque eu estacionei, paguei o imposto e logo de seguida fui confrontado com o seguinte:

Fechou bem carro? Olhe que o fecho central às vezes não fecha bem as portas.

Perante a minha surpresa, e completa estupfacção, consegui apenas murmurar um: Sim fechei. Mas, não contente, ele insistiu:

Mas veja lá, verifique as portas antes que alguma esteja aberta.

E lá fui e verificar as três portas do meu carro, para não desagradar ao senhor. Eu volto a insistir que este individuo se enquadra numa nouvelle vague que anda aí, e sobre a qual eu já tinha dissertado anteriormente, os pedintes. Ahh e quando fui embora, ele presenteou-me com um: Boa Viagem!!!!!!

A verdade é que...

...um preto de cabeleira loira ou um branco de carapinha não é natural... E por isso...

segunda-feira, novembro 17, 2008

Afinal não era só antigamente...

... que se comiam sopas de cavalo cansado ao pequeno almoço. Ainda andam por aí alguns que praticam essa salutar actividade. Mas também, basta olhar para o pijama dele...

quinta-feira, novembro 13, 2008

Eu bem me parecia...

... não tenho por hábito tomar posições políticas neste blog. Não é isso que eu quero para este poiso, e só o vou fazer agora porque quero aproveitar para encerrar de vez uma linha de post's que apenas exprimiam uma opinião pessoal no título e depois linkavam para algum lado, com letras garrafais a amarelo. Isso a partir de agora acaba. E para acabar uma coisa que eu disse há uns dias, eu queria ver para que serve o nosso PR. E é como eu pensava, só serve para chatear o governo, porque de resto não faz nada com jeito. Eu assumo que não votei nele, não o quis lá e contra tudo e contra todos, sempre disse que Cavaco Silva ia ser um mau presidente. Infelizmente tenho razão. Depois das trapalhadas com a questão do divórcio, e da comunicação importantíssima sobre os Açores, falou-se no caso da Madeira, e do incidente com o deputado do PND. Perguntei o que faria Cavaco Silva. Ele respondeu: Não posso fazer nada. Mas a verdade é que pode, e devia ter feito. Mas também é verdade que Cavaco Silva tem medo do Alberto João Jardim. Quando ele foi à Madeira vejam lá se abriu a boca para falar dos insultos do Alberto João à nossa assembleia. Mas para terminar, e para explicar o meu ponto de vista sobre o nosso PR, utilizo um texto que encontrei no Corta-Fitas:

O Presidente da República parece revelar um insólito complexo de inferioridade perante Alberto João Jardim, que ainda não há muito lhe chamava desdenhosamente "Sr. Silva". Após quatro dias de pesadíssimo silêncio sobre a violação das normas constitucionais na Assembleia Legislativa da Madeira, Cavaco veio agora vaticinar que "a situação ficará normalizada esta semana". Por intervenção do próprio Presidente ou do seu apagadíssimo representante no Funchal, Monteiro Diniz? Nada disso. Até porque, alega o Chefe de Estado, nem o Presidente da República nem o Representante da República "têm quaisquer competências legais ou constitucionais para interferirem no funcionamento da Assembleia Legislativa" da Madeira.

É espantoso verificar como Cavaco Silva, que ainda há pouco batalhou com firmeza para não ver a sua capacidade de intervenção constitucional restringida na nova versão do Estatuto Politico-Administrativo dos Açores, faça agora tábua rasa dos seus próprios poderes constitucionais face à Assembleia Legislativa Regional da Madeira. Ao contrário do que diz Cavaco, o Presidente da República pode dirigir mensagens políticas à ALR (artigo 133º, alínea d) ou mesmo dissolvê-la (artigos 133º, alínea j, e 234º).

Toda a razão que Cavaco Silva pudesse ter na questão açoriana vai-se perdendo na comparação com a sua inexplicável atitude na questão madeirense. Dois pesos, duas medidas. E Carlos César, tanto quanto sei, até nunca teve o desplante de lhe chamar "Sr. Silva"...

sexta-feira, novembro 07, 2008

quarta-feira, novembro 05, 2008

Barack Obama...


... ganhou as eleições. Engraçado que depois do 11 de Setembro o Air Force 1 vai transportar um gajo chamado Hussein...

terça-feira, novembro 04, 2008

Contentores...

... em Alcântara é coisa para a qual não tenho tempo de escrever mas para a qual sou sensível, até porque desde há quatro anos trabalho em Santos, bem pertinho de Alcântara, e como é óbvio tenho uma certa opinião, válida ou não agora não interessa. Mas fiquem só com um ponto de vista, que é o facto de a zona do rio que está aberta à cidade, desde as docas até ao Centro de Congressos, é o melhor sítio para os casalinhos copularem à vontade uma vez que ninguém lá vai. E dito isto, se ainda não perceberam a minha opinião, leiam o seguinte:

Para algo sério, Alcântara e os contentores

segunda-feira, novembro 03, 2008

Acordo ortográfico...

... eu admito que há coisas que valem a pena e outras nem por isso. Já em relação ao novo acordo ortográfico sou como que um céptico. Bom, mas eis que um caso em que de facto se calhar fazia sentido um acordo ortográfico que definisse de uma vez por todas o sentido de algumas palavras. Porque imaginem andarem nas compras de Natal, naquela azáfama habitual, para um lado e para o outro e acabam por comprar a primeira que vos aparece à frente. Oferecem à sobrinha, embrulhado num papel de embrulho natalício, com um laço também natalício, que transportam num saco com outras compras natalícias. Na noite de Natal, eis quando a criancinha desembrulha o presente e sai-lhe isto:


Com que então "Faça broches super modernos"????!!!! E logo aos mil???? Enfim, é altura de repensar o acordo ortográfico, e senhores da Matel mudem lá o nome à boneca. Ou então não se quiserem competir no mercado das bonecas que certos homens usam para delas retirar prazer carnal.

Vejam isto pela vossa saúde...

SLBoogle...


... já está disponível o melhor motor de pesquisa do mundo...

SLBoogle

FC Porto vai ser nacionalizado...

... diz o Jesualdo "Estive no Benfica mas sou do Porto desde pequeno" Ferreira que o FCP está a atravessar uma crise de confiança. Dizem os demais especialistas internacionais que um dos motivos da crise financeira é a crise de confiança dos mercados. Pronto, está-se mesmo a ver que o próximo passo do Sócrates vai se nacionalizar o FC Porto... Ahh, isto claro, daqui a 8/9 meses, que é o tempo que o Constâncio leva até se apreceber das coisas que se vão passando...

Pagar o que se deve é extraordinário...

... o governo convocou um conselho de ministros extraordinário, para dizer que vai pagar o que deve. Fantástico. Só em Portugal é que pagar o que se deve é extraordinário. Ahh, e vai nacionalizar o BPN porque mais uma vez o Sr. Vitor Constâncio, que segundo sei, até nem ganha nada mal, e com o seu salário pago pelos contribuintes, andou a dormir e deixou que o BPN se afundasse.

quinta-feira, outubro 30, 2008

Eutanásia...

Ontem, eu e minha mulher estávamos sentados na sala, a falar das muitas coisas da vida.Estávamos a falar de viver e morrer. Então eu disse-lhe: Nunca me deixes viver num estado vegetativo, dependendo de uma máquina e de líquidos. Se me vires nesse estado, desliga tudo o que me mantém vivo, ok? Vocês acreditam que ela se levantou, desligou a televisão e deitou fora a cerveja que eu estava a beber?????!!!!!

Nojo...

... e mais não digo... Porque estamos a falar de 25 Euros...

quarta-feira, outubro 29, 2008

terça-feira, outubro 28, 2008

Perdidos...

... agora que finalmente acabei de ver todas as séries de Perdidos, recordo-me de duas coisas muito agradáveis...

Andrea Gabriel

Marsha Thomason

Quadra que diz tudo...

... o PIP BOY 2000, grande dinamizador de um espaço de reflexão chamado E o burro sou eu?, no qual eu irei participar activamente lá para o fim do mês, escreveu umas pequenas linhas sobre o panorama futebolístico do momento, nomeadamente sobre a inesperada derrota do FCP em casa ante os vizinhos Leixões. Bom, eu tenho cá para mim que o Pinto da Costa anda a perder faculdades, uma vez que os jogos andam a ser mal combinados. O árbitro ainda tentou emendar a coisa, anulando um golo limpinho ao Leixões, mas nem assim lá foram. De qualquer maneira, como eu dizia, fica aqui para mim a quadra que diz tudo:

"A equipa não corre e joga mal
Perdem e culpam a arbitragem
Só porque os Srs não fazem o habitual
Que é fazê-los vencer com gatunagem"


O resto pode ser lido aqui: E o burro sou eu????!!!

Esta malta não perdoa...


... a propósito da foto publicada no post anterior, convido os distintos leitores deste blog a uma boa gargalhada com a quantidade de manipulações desta foto presentes neste site:

Beware of the blog

quinta-feira, outubro 23, 2008

Shaktar 0 - Sporting CP 1



... senhor Paulo Bento, explique-me lá que eu não percebi, foi o Sporting que ganhou ou o Shaktar que perdeu?

quarta-feira, outubro 22, 2008

Isto está bonito...

... ora eis que o dia hoje está bastante mais frio que o normal. E eu estou vestido à Verão. Logo junta-se uma coisa mais a outra e dá que estou num estado lastimável, com substâncias muito pouco dignas a escorrem do nariz sem que nada as faça parar... Raios partam o Inverno...

Love letters from a motherfucker...

... P.S. Are you still getting fatter and fatter? My new address is on the back of this sheet. If you aren't too fat, how about sending me another picture of you. The two I have are a little old. But I gaze fondly on them in moments of reverie.

Retirado daqui

Para perceberem o título do post, ouçam esta magnífica composição dos Wraygunn no Myspace.

segunda-feira, outubro 20, 2008

Coisas que acontecem...

... é o nome da nova rubrica do Markl nas manhãs da Antena 3. E bem a propósito, Coisas que acontecem é o que se pode dizer do azar deste jornalista...



sexta-feira, outubro 17, 2008

A crise financeira...


... tenho dito várias vezes que um dos problemas da crise financeira é a maneira como a comunicação social dá as notícias. Ontem, no Jornal da Noite, a SIC debatia a crise financeira. E quem é que eles arranjaram? Bom, Rogério Alves, advogado, Moita Flores, escritor de novelas, ex-PJ e presidente da câmara de Santarém e um sociólogo. Está tudo dito.

Eu não disse...

... no post em baixo eu expliquei ao Queiroz como é que se diz uma certa frase no Algarve. Pois qual não é o meu espanto quando soube que o Madail já tinha conhecimento dessa frase. Eis a prova:

«A minha saída deveu-se a razões de natureza fisiológica e outras»

quinta-feira, outubro 16, 2008

Fazer contas...

,
... depois do jogo de ontem, eu sou visionário o suficiente para dar o mérito que a selecção merece. É que todos sabemos que os resultados a matemática nas escolas portuguesas são miseráveis. Ora a nossa selecção resolveu contribuir para elevar os níveis de matemática no país colocando os portugueses a fazer contas para o apuramento. Humfff.....

Ó Queiroz, sabes como é que se diz no Algarve? Pede para cagar e sai!!!!!!!!

quarta-feira, outubro 15, 2008

Pontos de vista...

Diz o Louçã:
- blá, blá,blá,blá… Sr. 1º Ministro, para resumir, estamos tão mal que até as universitárias já têm que se prostituir!

Sócrates:
- O Sr. já nos habituou às suas distorções da realidade… (blá, blá,blá). o sR. deveria antes dizer que estamos tão bem que até as prostitutas já são universitárias!!

A Nice looking parrot...

... esta comparação é fantástica, e a comparação com o papagaio é feita por quem tem todo o direito de a fazer. Eu de facto ainda não tinha falado das eleições nos EUA por várias razões, que passo a enumerar:

1. Há tantos blogs a falar das eleições que ninguém vai perder tempo a vir aqui ler sobre esse assunto
2. Alguns desses blogs são escritos por pessoas que realmente percebem alguma coisa das eleições nos EUA
3. Estou-me borrifando para quem ganha as eleições nos EUA. Eu quero é que o Barack Obama seja presidente, o que nos States não é igual a ganhar as eleições
4. Não tenho muita paciência para falar de política no meu país, quanto mais -e eis agora uma frase de alto gabarito narcisistico e da classe "Só para dizer que já la foi"- quanto mais , dizia eu, sobre política de um país onde só estive uma vez.

Mas o que é facto é que vou acompanhando as eleições, com mais ou menos regularidade, depende da cor da camisa que estiver a usar nesse dia. Agora também é verdade que a senhora que quer ser vice do McCain (e não estou a falar das batatas pré-fritas congeladas) essa senhora de facto cada vez que abre a boca provoca-me asco e urticaria nos ouvidos. Brrrr.... E portanto é mais um motivo para quer o Obama no Air Force 1. Daí ao vídeo que segue foi um passo. John Cleese, membro dos Monty Python, protagoniza o fantástico Dead Parrot, e compara agora Sarah Palin a um papagaio com melhor aspecto. E eu concordo. Em resumo, Monty Phyton could have written this... Percebam porquê de seguida:

terça-feira, outubro 14, 2008

Long Live the Classics...

... e agora uma informação que não interessa a ninguém mas eu ultimamente ando atolado em trabalho. É um facto, e não há como negar. Ele é reuniões, ele é material, ele é organizar os eventos, preparar publicidade, press-release's, tratar dos VIP's, alguns deles uma belas inutilidades, ufff... De vez em quando, tipo depois das seis da tarde, o silêncio invade o gabinete onde eu e outro colega trabalhamos e eis que os clássicos em língua portuguesa nos invadem as colunas... Eis dois bons exemplos...





Piadinhas de ocasião...

... diz assim o Publico:

Euribor cai pelo segundo dia consecutivo

Ora tenho cá para mim que o melhor que a Euribor fazia era marcar já um TAC para ver esses problemas de equilíbrio...

Mas não desanime Major...

... candidate-se a presidente da Liga de Bombeiros Portugueses... Acho que no meio das mangueiras ia-se dar bem...

Valentim Loureiro ponderou candidatura à Presidência da República


quarta-feira, outubro 08, 2008

Ensinamento do dia...

... aprendi hoje que se diz o seguinte no Brasil:

Mulher branca é para casar, mulata para levar para a cama e preta para limpar a casa...

Nota: Se a leitora que me enviou o mail irado a propósito do post sobre a comida com leite materno ler isto, por favor tenha em atenção o esclarecimento postado de seguida antes de me amaldiçoar.

007 Quantum Of Solace

The Joker is back...


Planeta visto do céu...


... imperdível. Imagens fantásticas para serem vistas nesta notícia da futura exposição em Nova Iorque dos trabalhos de Yann Arthus-Bertrand

Earth from above

É assim que começam os boatos...

segunda-feira, outubro 06, 2008

Quietos!!!!!!

... perante a intervenção dos governos, quer europeus quer o famoso plano do governo americano, o mercado reagiu assim:

Bolsas «afundam» e PSI 20 cai mais de 8 por cento


É caso para dizer: Todos quietos. A sério, estou a rezar para que os governos não metam mais o bedelho no mercado capitalista. Está visto que não é solução.

Fw Fw Fw Fw Fw Fw Fw

O Joãozinho está sentado na 1ª fila. O professor pede aos alunos para darem exemplos de excitantes:
- O café! - responde a Maria
- Muito bem - diz o professor
- O álcool! - responde o António
- Muito bem - diz o professor
- Uma mulher nua! - responde o Joãozinho
O professor, num tom de voz severo:
- Vais dizer ao teu pai para vir ter comigo amanhã, tenho duas palavrinhas para lhe dizer...
No dia seguinte o professor repara que o Joãozinho está sentado na última fila. Pergunta-lhe:
- Joãozinho, deste o recado ao teu pai?
- Sim, senhor professor
- O que é que ele te disse?
- Ele disse-me: 'se o teu professor não fica excitado com uma mulher nua é porque é paneleiro! Fica longe dele, meu filho.'

Prémio Inutilidade...


quinta-feira, outubro 02, 2008

Conversa de Tias...

... todos nós temos um certo fetiche pela conversa de tias. Já todos, mas todos mesmo, seja entre amigos, seja sozinhos, seja nos momentos íntimos (a sós ou acompanhados), seja na companhia de animais de estimação já imitámos a conversa das tias. Mas claro estas conversas são tidas por pessoas com nomes como Tareca, Babucha, Mitocas, Kakitas ou Pilocas. Ora no outro dia não pude deixar de ouvir uma conversa de café entre tias, mas tias que não têm nomes como os anunciados. E como é que eu sei? Não, não andei a perguntar-lhes o nome, simplesmente queriam parecer tias mas não sabiam falar como tias. Passo a explicar:

- A tia original: Comprei uns sapatos na Louis Vitton fantáááááásticuuusssss!!!!!! Ai, távão uns na Hermes horrííííííííííveis!

-A tia falsa: Epah, se eu posso dar 500 Euros por uns sapatos dou e pronto. Não quer dizer que não haja por 25 Euros na feira iguais e eu não dê também!

Mas enquanto as tias falsas andam por esta linha tudo bem, o pior é quando tentam ser intelectuais. É que as tias verdadeiras não perdem tempo com conversas inteligentes, já as falsas tentam mas só dizem asneiras. Passo a concretizar. Primeiro as "tias" falavam sobre familiares de familiares que conheciam. E eram tão finas, mas tão finas que se referiam com tanto carinho à pessoa que até doía, com expressões como "Não era lá muito inteligente" mas "conseguiu entrar numa universidade de cáca". Saliento aqui a finesse que é a utilização da palavra cáca em vez do termo mais conhecido que começa pela letra m. Noblesse Oblige. Mas o que eu gostei mais foi quando a conversa passou para um nível sobre a juventude em geral. Uma conversa do tipo No meu tempo não era assim. Diz ela que no tempo dela não havia estrutura, e que os jovens hoje têm por trás uma estrutura. Só não especificou se era uma estrutura de betão, madeira ou outra coisa qualquer. E mais: Só é assim porque sabem que têm quem lhes dê o prato de sopa. Ora isto não pode estar mais errado. Se há coisa que eu não comia quando era jovem era sopa, logo, ter quem dê o prato de sopa não é garantia de nada. Mas a conversa não acabou aqui, porque a malta (leia-se jovens) hoje não sai de casa, e quando tem de ir trabalhar, devido à existência da tal estrutura se não gostam do emprego não aparecem mais e pronto. Eu só gostava de saber em que mundo vivem estas tias, porque eu quero viver num mundo onde vou experimentando empregos até encontrar um que goste realmente. Mas lá que me fizeram rir, isso fizeram. Conversas de café, lá para os lados de uma certa freguesia do concelho de Oeiras, que por motivos que nem eu sei bem quais são não vou dizer qual é.

Interesse Nacional...

... eu estou cada vez mais convencido que o Eng. Sócrates vai papar as próximas legislativas com uma perna às costas. Vejamos: O PP é cada vez mais Paulo Portas e cada vez menos Partido Popular, já que ele faz o que quer e bem lhe apetece, não diz quem vai embora, fala mas ninguém lhe liga nenhuma, e já todos percebemos que o que ele queria era chegar a ministro para poder fotocopiar o ministério inteiro, aquela conversa dos velhinhos, das pensões e das feiras foi só para lá chegar, quando foi para ministro nunca mais se lembrou disso. Parece que o estou a ver a dizer: Arghh, velhos, babam e estragam-me o bronze do Dubai. Quando ao Bloco de Esquerda já se sabe que é um partido que eu até reconheço que tem pessoas com muita inteligência mas completamente passados das ideias. Vai ficar à frente do PP, de qualquer maneira. Do PCP já sabemos o que vamos ouvir, que o governo tem políticas de direita, que a solução para tudo e mais alguma coisa é aumentar os salários, e que diz que bonzinhos são as FARC. Já a Manuela Ferreira Leite, bom essa então... Por onde começar? Ok, primeiro dizia que não havia dinheiro para nada. Ok, vamos parar o país porque não há dinheiro. Ok, mas se não há investimento publico não há crescimento. Não haver crescimento significa recessão. E numa recessão o país perde poder de compra, caí o índice de confiança, há quebra de impostos, falências, desemprego. Depois desta argolada, calou-se uns tempos, porque para certas pessoas o silêncio é de ouro. Agora volta à carga, e vai discutir com o nosso PR um assunto de interesse nacional. Até que enfim, pensei eu, mas qual é o assunto? A crise do mercado financeiro? A educação? Saúde? As obras públicas não podia ser porque não há dinheiro. Humm, fui ver ao jornal Público, e tchanan!!!!

Ferreira Leite diz que era "essencial" conhecer posição de Cavaco sobre Kosovo

Ahh, claro, estamos todos interessados no Kosovo. O resto não interessa. Mas também, já no Verão o nosso PR lançou a incerteza sobre todos nós com uma comunicação ao país importantíssima e vai-se a ver andou para la a dizer: Ahh e tal, que os Açores, e tal, o estatuto, que não sei quê, e este e o outro. Ou seja, ninguém percebeu nada e ninguém quis saber. Agora é o Kosovo que mais nos preocupa, claro que sim. Isto para mim só significa duas coisas, ou eles andam enrolados, o PR e a Manuela, sim porque para estas coisas a idade não conta, ou então é a Manuela Ferreira Leite a receber aulas, ou seja, o PR a fazer de PR e de líder da oposição. Quer souber mais que avise.

quarta-feira, outubro 01, 2008

Prémio Um Par de Lambadas...

... Uma repórter espanhola caiu em cima de um castelo de areia que demorou 16 dias a fazer. Durante um directo, enquanto entrevistava o escultor, a jovem desequilibrou-se e pimba. Ficou tudo registado em vídeo. Depois de cair, a jornalista ficou sem palavras e tentou pedir desculpas ao autor da enorme escultura. Meio a rir, mas visivelmente fod... frustrado, o artista respondeu «que não era nada, era só areia».


http://view.break.com/577992 - Watch more free videos

Ser convidado...

... é obviamente o contrário de ser penetra. É uma evidência. Mas há convites que não podemos recusar. Foi o que me aconteceu. A partir de hoje, passo a colaborar neste poiso:

E o burro sou eu?

terça-feira, setembro 30, 2008

A arte e ciência de ser pedinte...

Ser pedinte hoje em dia é uma arte, uma profissão. No fundo é ser vendedor de necessidades. Como sejam fumar, comer, beber, entre outras. Cada vez mais a tendência é que desapareçam os pedintes sujos, mal vestidos, com fedor, normalmente com a companhia de um rafeiro pulguento que nos abordavam com súplicas lancinantes por uma moedinha para comprarem uma mísera côdea. Há alguns anos, quando para me deslocar servia-me desse magnífico serviço que é a Rede Expressos, um pedinte, na desaparecida gare do Arco do Cego entrou no autocarro onde eu ia viajar e pediu dinheiro porque lhe faltavam dez Euros para comprar o bilhete para Coimbra (na verdade não me lembro se era mesmo Coimbra ou Pedrogão Grande mas isso agora tanto faz). Dizia eu, faltavam-lhe dez euros para chegar a Coimbra, mas não teve sucesso. A única coisa que conseguiu levar foi uma sandocha de fiambre que lhe deu uma senhora, e passo a citar, “para comer na viagem”. É óbvio que ele queria tanto ir para Coimbra como eu para o Estrela de África, e então o que é que ele fez? Saiu do autocarro e claro, tentou vender a sandes, perante a indignação da senhora que partilhou o seu “pão” com um devasso possuído pelo Demo. Bom, isto já se passou há uns anos, uma vez que eu agora subi na vida e passo a viajar em meios de transporte bem mais autónomos, como sejam por exemplo a Renex, ou o Intercidades. Mas para mim esse rapaz foi um visionário, qual António Variações da arte de mendigar, que estava algo há frente do seu tempo. O que é facto é que agora a coisa pegou. No sábado andei pela baixa de Lisboa, nomeadamente o Chiado. E por lá o que não falta são pedintes. E nas ruas mais estreitas, put... errr, mulheres da vida. Mas quanto aos pedintes havia de tudo. Há moda antiga, completamente bêbado, com fedor e deitado no chão, mas também outros com uma nova abordagem. Eu estava a tomar café na Brasileira, e na mesa ao meu lado uma senhora já com alguma idade e com sotaque (vim depois pela conversa dela a saber que tinha estado na Venezuela) conversava com outro senhor com sotaque, neste caso sotaque alemão. Maravilhas da globalização, dirão os mais puritanos. É então que são abordados por um senhor, vestido como outra pessoa qualquer, que começou com: ”Não me arranja um cigarro?” e após a resposta afirmativa da senhora portuguesa com sotaque da Venezuela, atirou uma bomba que, passo a citar:

“E já agora paga-me uma torta e um Sumol?”

Não sei é de laranja ou ananás, mas uma destas eu nunca tinha ouvido e claro já estava agarrado à barriga de tanto rir. Eu não estava era preparado para o que aí vinha. Depois de um esgar de surpresa, a senhora obviamente não ia pagar a torta e o Sumol. Ainda se fosse um copo de tinto carrascão, mas agora um Sumol... E então a resposta dele foi:

“Não me paga a torta e o Sumol? Então vou-me embora!!!”

E nem o cigarro ele quis... Eu quase que tive de me mandar para o chão de tanto rir e acho que até o Fernando Pessoa se estava a rir. E portanto deixo à vossa consideração esta minha dissertação sobre os pedintes. Mas eu acho que isto se está a tornar uma arte mesmo.

segunda-feira, setembro 29, 2008

Belas (.)(.)...


Dou por mim a levantar-me de manhã para ver a Lucy na SIC...

quarta-feira, setembro 24, 2008

Em defesa do Magalhães...

... andou a SIC a bater no Sócrates e nos ministros porque dizia que numa terra qualquer o controlo parental estava desligado. A SIC, a televisão do Momento da Verdade, onde já se falou de sexo com 15 putas, aviar dois homossexuais por dinheiro ou fazer swing. Ahh, e que agora têm um programa para crianças chamado Lucy, do qual aproveito para publicar uma imagem.


Por isso, em defesa do Magalhães, leiam isto pela vossa saúde.

MAMMA MIA!!!!!!

... este video aparece aqui devido ao facto de depois dele eu percebi que as reclamações da minha mulher quando eu vou a conduzir não são nada comparadas com a esposa do Riccardo Patrese...

Woody Allen...

... "Na minha próxima vida quero vivê-la de trás para a frente. Começar morto para despachar logo esse assunto. Depois acordar num lar de idosos e sentir-me melhor a cada dia que passa. Ser expulso porque estou demasiado saudável, ir receber a pensão e começar a trabalhar, receber logo um relógio de ouro no primeiro dia. Trabalhar 40 anos até ser novo o suficiente para gozar a reforma. Divertir-me, embebedar-me e ser de uma forma geral promíscuo, e depois estar pronto para o liceu. Em seguida a primária, fica-se criança e brinca-se. Não temos responsabilidades e ficamos um bébé até nascermos. Por fim, passamos 9 meses a flutuar num spa de luxo com aquecimento central, serviço de quartos à descrição e um quarto maior de dia para dia e depois Voila! Acaba com um orgasmo! I rest my case."

terça-feira, setembro 23, 2008

Nota de Esclarecimento...

... vimos por este meio esclarecer o seguinte:

1. Este blog tem todo o respeito pelo sexo feminino. Mais, é grande apreciador da mulher no seu todo.

2. Qualquer comentário menos abonatório para o sexo feminino contido no separador Mulheres, ou outro qualquer, baseia-se na experiência própria ou de terceiros, mas tem apenas objectivos humorísticos, ainda que às vezes de uma forma pouco clara.

3. O post que versa sobre o leite materno segue em linhas gerais o ponto anterior

4. A menção à ordenha tem apenas a ver com o facto de os seios femininos (sim, porque os há nos homens) ser uma das partes da anatomia mais apreciadas e se alguém tivesse a felicidade de apalpar belos exemplares todos os dias várias vezes ao dia, seria com certeza um homem feliz

5. A senhora que escreveu o mail irado recebido por este blog pedimos desde já as nossas desculpas por qualquer mal estar causado, reforçando que o sexo feminino é e será sempre apreciado neste blog como mereçe.

A Administração

segunda-feira, setembro 22, 2008

Medo de ratos...

E quem é que vai ordenhar?

... há de facto ideias que eu gostava de ter tido, como sejam o Post-it, A Vida é Bela, o Google ou ainda o IKEA. E como eu outras pessoas gostavam de ter tido grandes ideias. É o caso do senhor que inventou fezes sintéticas, só para dar um exemplo. Que eram exactamente iguais às outras mas sem cheiro. Humm, que útil. Agora, e seguindo o mesmo tipo de raciocínio, um cozinheiro suiço quer confeccionar pratos com leite materno. Directamente da mama para o prato. A minha pergunta é: ele também vai extrair o leite? É que se vai pode não ficar rico, mas que foi uma grande ideia lá isso foi...

quinta-feira, setembro 18, 2008

A piada do mês...

... foi dita pelo advogado de defesa no caso de corrupção no departamento de armas da PSP. É inacreditável que um advogado venha dizer isto. E depois admiram-se que ninguém acredita na justiça...

"Não houve corrupção, apenas a oferta de pequenas prendas como canetas, garrafas de whisky e pequenas quantias em dinheiro"

quarta-feira, setembro 17, 2008

Uma verdadeira lição táctica...


... de como perder um jogo, claro. Foi essa a lição que o Paulo Bento deu ontem, com muita tranquilidade, claro. Eu tenho alguns amigos lagartos e a grande maioria deles não suporta o homem, apesar das taças e supertaças, excepto a taça Santiago Barnabéu claro, que essa foi outra tareia. Mas como eu dizia, eu tinha a ideia que o homem até percebia de futebol, só que eu não costumo acompanhar os jogos do Sporting, nem mesmo os do Benfica ou qualquer outro clube português. Gosto muito de ver futebol, mas não o de Portugal. E sendo assim, ontem vi com atenção o jogo do Sporting contra o Barcelona. E realmente a lição táctica foi avassaladora. Então entra o Miguel Veloso, dá qualidade ao meio campo que até aí não tinha jogado um boi (com todo o respeito pelos bovinos) o Sporting ganha ascendente sobre o adversário (que linguagem tão técnica) e chega ao golo. Pensou-se que o empate vinha aí mas Paulo Bento num acesso de génio táctico o que é que faz? Acha que ainda é cedo para pontuar na liga dos campeões, mete o Pereirinha, e encosta o Miguel Veloso a defesa esquerdo. E deu no quê? Golo do Barcelona, pois claro. E como ele diz sempre, fiz o que eu entendi ser o mais correcto no fim do jogo ainda vem dizer que fazia tudo outra vez. Correr mal uma vez acontece, duas ainda se tolera, mas à terceira já é burrice.

terça-feira, setembro 16, 2008

Olha para cima!!!!


He Pingping e Svetlana Pankratova vão estar na próxima edição do «Guinness Book of World Records». Ele como o homem mais pequeno do mundo, ela como a mulher com as pernas mais longas do mundo. Com 74,61 centímetros de altura, Pingping é bem mais baixo que as pernas de Pankratova, que medem 1,32 metros. Agora alguém que avise o homem que é muito mais interessante se ele olhar para cima!!!!

Links...

... actualizei a lista de links deste blog. Era algo que queria fazer há algum tempo, mas que foi sendo adiada. Até que hoje li um post no Bitaites que dizia o seguinte:

"Linka-se o que se gosta, o que nos ensina, o que nos ajuda, o que nos faz crescer, de certa forma linka-se o que somos e o que desejamos ser. E mesmo quando linkamos o que não gostamos, esse link transfigura-se em denúncia ou reparo. Na sua essência, linkar é um acto genuíno."

E eu concordo a 100% com esta frase...

Uma grande verdade...

... O frango estava a acabar. Eu e ela ainda com fome e só uma coxa na travessa. Cavalheiro, menti, garanti-lhe estar saciado. Crente, ausentou-se para ida ao w.c. Quando voltou, encontrou a travessa vazia. Olhou-me com ira e indignação. Tinha acabado de perceber que mais depressa se apanha um mentiroso que uma coxa.

Via Arcebispo de Cantuária

Self-Service...

... o conceito de self-service chegou a vários pontos da nossa vida. Quando vamos pôr gasóleo no carro, quando vamos beber café na autoestrada, ou quando vamos comprar roupa no centro comercial. Mas... agora, e desde há algum tempo, temos caixas de pagamento self-service nos hipermercados. Ora bem, um amigo meu diz que nunca na vida irá a uma caixa dessas porque, segundo ele, está a tirar o emprego a alguém. Pois muito bem, eu ontem estive num hipermercado e fui pagar as minhas compras numa dessas caixas. Haviam oito caixas a funcionar e uma fila de cerca de 20 pessoas. Diz-me a minha experiência que para vinte pessoas quanto muito os hipermercados abrem duas caixas. Logo, dois empregos. Acontece que para as oito caixas self-service estavam três empregados dos hipermercado. E porquê? Bom porque para pagarmos as compras nesses hipermercados temos de passar o código de barras e colocar as compras dentro do saco numa espécie de balança. Ora o sacana do código nem sempre passa, o que leva a que se tenha de pedir ajuda, o que faz com que uma dessas senhoras do hipermercado tenha de passar um cartão, para de seguida introduzir o código de barras manualmente, para de seguida a máquina nos pedir para passar de novo o artigo no leitor, o que já sabemos que não vai acontecer, o que faz com que tenhamos de chamar de novo uma das senhoras, o que leva a que ela tenha de voltar a passar o cartão para desbloquear. No fim, quando vamos a pagar, neste caso com multibanco, o multibanco não lia a banda magnética do cartão, o que nos faz chamar de novo a senhora (que por esta altura já perdeu um quilo de peso de tanto correr de caixa para caixa) para ela verificar o que se passa, que nos diz para voltar a tentar, e de novo a maquina não leu a banda, e eu já com vontade de partir aquilo tudo tive de pagar as contas com o cartão de crédito, que sempre tem chip. Ufff.... Resumindo, tinha sido muito mais rápido ter ido a uma caixa com operadora, que só tinha de pôr as compras dentro do saco e está a andar. Há, e no meio disto tudo, há um segurança a verificar se as pessoas não pisam o risco com as compras, vamos dizer assim. Por isso, meu caro amigo, se queres dar emprego a alguém, vai às famosas caixas de self-service. Ou então não vás, porque afinal de contas ir a essas caixas é uma estupidez.

quarta-feira, setembro 10, 2008

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails